Logo | Chocair Médicos

A insuficiência cardíaca pode prejudicar a função dos rins? Descubra!

Atualizado em 27/07/2021
Tempo de leitura: 3 min.
A Imagem Mostra Uma Ilustração De Dois Rins.
A Insuficiência Cardíaca Pode Prejudicar A Função Dos Rins? Descubra! 2

Você sabia que os rins e o coração se relacionam de forma direta? Por isso, quando um está com a função muito reduzida, pode prejudicar o funcionamento do outro. Assim, a insuficiência cardíaca é uma condição clínica que pode comprometer as funções renais e vice-versa. A relação entre estes dois órgãos é tão importante que na medicina existe uma síndrome chamada de cardiorrenal.

Mas você sabe exatamente por que o mau funcionamento do coração interfere no trabalho dos rins? Preparamos este artigo para responder essa pergunta mostrando quais são os reflexos da insuficiência cardíaca na função renal. Continue lendo para conferir:

O que é insuficiência cardíaca?

O coração funciona como uma bomba que impulsiona o fluxo sanguíneo para todas as partes do corpo. Ele trabalha de uma forma rítmica e contínua para garantir que haja irrigação e oxigenação adequada para todos os órgãos e tecidos, atendendo as necessidades deles para que funcionem bem.

Pacientes com insuficiência cardíaca podem ter um coração enfraquecido a ponto de não conseguir bombear o sangue adequadamente para o corpo de um modo geral. Ou seja, o funcionamento do músculo cardíaco é insuficiente para que o sangue circule pelo organismo como deveria.

Como consequência, podem ocorrer diversos sintomas, sendo:

  • inchaço nos membros inferiores;
  • sensação de cansaço e de falta de ar;
  • falta de energia;
  • perda de apetite e emagrecimento;
  • inchaço abdominal.

Como rim e coração se relacionam?

O coração e os rins trabalham sempre em equipe. O primeiro envia o sangue para que ele possa ser filtrado e também atender as necessidades de oxigênio e nutrientes que os rins precisam; já o segundo, cumpre diversas funções que também impactam o coração, principalmente fazendo o controle da pressão arterial.

Sabe-se que pacientes com insuficiência renal crônica possuem maiores taxas de doença coronária, de infarto agudo do miocárdio e de morte súbita. Quanto maior for a perda de função renal, maior é o risco, chegando a ser dez vezes maior nos pacientes com doença renal avançada quando comparados aos com doença leve.

De que maneira a insuficiência cardíaca afeta os rins?

Você viu que nos quadros de insuficiência cardíaca o coração não consegue bombear sangue para o corpo e, como isso, isso também vai atingir os rins. O problema é que eles reagem a essa falta de fluxo sanguíneo.

Quando ocorre um comprometimento dos rins e eles ficam enfraquecidos, o sistema hormonal renal passa por alterações. Isso porque os rins produzem hormônios que controlam a pressão arterial, então, ao identificar que existe essa falta de fluxo sanguíneo, essa produção hormonal aumenta de forma drástica com o objetivo de suprir a carência de sangue enviado para os rins.

Como explicamos, um afeta o outro, então, esse aumento da pressão fará com que o coração tenha um excesso de trabalho, já que ele precisará bombear o sangue enfrentando pressões mais altas. Essa sobrecarga, por sua vez, favorece a insuficiência cardíaca.

Por tudo isso é que pacientes que têm doença cardíaca estão mais propensos a terem doenças renais, e aqueles com doença renal têm uma probabilidade maior de sofrerem também com os problemas cardíacos. Logo, o ideal é fazer a prevenção de ambos os lados e o controle da saúde, quando no diagnóstico de qualquer condição clínica.

Como manter os rins e o coração saudáveis?

Uma das formas de prevenir a insuficiência renal é por meio da adoção de hábitos saudáveis para eliminar alguns dos fatores de risco. Afinal, ela pode ocorrer em casos de diabetes e hipertensão, que estão relacionados com a alimentação desequilibrada, o sedentarismo, o tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas.

O mesmo vale para as doenças renais, que são prevenidas com uma alimentação mais saudável, a prática regular de exercícios físicos, o controle do peso corporal, a redução dos níveis de estresse e um consumo mínimo de sódio.

Sendo assim, o ideal é se consultar regularmente com um médico para acompanhar o quadro de saúde e adotar medidas preventivas específicas para você. Se tiver algum fator de risco para insuficiência cardíaca, é ainda mais importante fazer o acompanhamento, porque assim você garante a saúde do seu coração e também dos seus rins.

SOBRE O(A) AUTOR(A)
Dra. Sara Mohrbacher CRM SP 146577, possui experiência na área de Clínica Médica, no manejo de pacientes que necessitam internação hospitalar, e nefrologia. Atuando principalmente nos seguintes temas: cuidados como um todo do paciente, interligando suas múltiplas patologias.
Saiba Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Pela primeira vez me dei conta da inter-relação "coração X Rins". Como escritor e pesquisador dos livros bíblicos, li um texto no Livro de Jeremias que diz o seguinte: Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.
    (Jeremias 17:10). Isso me chamou bastante atenção e fui pesquisar e me deparei com essa importante explicação. Muito obrigado, Dra. Sara!

 | 11 / 10 / 21
Pacientes que fazem diálise devem seguir as orientações médicas sobre nutrição e dieta. Saiba quais são as recomendações!
Ler Mais
 | 29 / 09 / 21
O que você sabe sobre glomerulonefrite? Entenda o que é esse problema, confira as opções de tratamento e ainda descubra se é possível prevenir.
Ler Mais
1 2 3 21
Receba as novidades
Inscreva-se ao lado e fique sabendo de novos conteúdos e informações úteis.
Logotipo | Chocair Médicos
(11) 3287-1010

Direitos reservados Clínica Chocair 2021 – Desenvolvido por Surya MKT