Home » Como ocorre a infecção do trato urinário e quais os sintomas?

Como ocorre a infecção do trato urinário e quais os sintomas?

Nefrologia ⋅ Atualizado em 22/02/2021
A imagem mostra uma foto de uma pessoa com as duas mãos na região da pélvis, demonstrando desconforto.

A infecção do trato urinário (ITU) é um tipo de infecção que pode atingir qualquer estrutura pertencente ao sistema urinário, como uretra, bexiga, ureteres e rins. Geralmente é provocada por uma bactéria e, se não tratada, pode até mesmo evoluir para casos graves de septicemia.

A infecção do trato urinário é uma das infecções mais comuns que acometem a população de um modo geral. Pode se manifestar em pessoas de todas as idades, mas existem alguns fatores de risco, como ser mulher, devido à anatomia do corpo.
Esse problema pode começar de uma forma discreta e evoluir conforme os dias passam, desencadeando sintomas muito incômodos. É mais preocupante quando atinge as estruturas superiores do trato urinário.

Entretanto, é um problema que tem tratamento, e ele não é difícil de ser feito. Neste artigo você vai entender quais são as opções de terapia. Continue lendo e confira também:

O que é a infecção do trato urinário?

O sistema urinário pode ser dividido em inferior e superior. No sistema urinário inferior estão localizadas a uretra e a bexiga; no sistema urinário superior, os ureteres e os rins.

Todas elas estão suscetíveis ao ataque de micro-organismos. A infecção do trato urinário (ITU) é um quadro infeccioso que pode acometer uma dessas estruturas do sistema urinário, ou todas elas.

Quais sintomas essa infecção provoca?

Os desconfortos variam de acordo com a estrutura que foi acometida pelo quadro infeccioso. Quando ela atinge o trato urinário baixo, afetando apenas a uretra ou a bexiga, temos casos de uretrite e cistite, que desencadeiam:

  • urgência miccional;
  • dor ou ardência ao urinar;
  • aumento da vontade de urinar;
  • dor na parte inferior do abdômen.

Quando o problema afeta o trato urinário superior ele recebe o nome de pielonefrite. Além dos sintomas citados, pode ocorrer febre, dor lombar em apenas um dos lados ou dos dois lados do corpo e calafrios.

O que causa as infecções do trato urinário?

A grande maioria dos casos de infecção urinária é provocada pela presença de micro-organismos gram-negativos no sistema urinário. Geralmente a bactéria Escherichia coli é a grande causadora dessas infecções, mas também pode ser provocada por espécies de Proteus e Klebsiella, Enterococcus faecalis e Staphylococcus saprophyticus.

Como citamos, é mais comum que as mulheres desenvolvam infecções urinárias. Isso, porque as bactérias que comumente causam esse quadro são provenientes do intestino. Sendo assim, devido à anatomia do seu corpo, a migração desses micro-organismos para o trato urinário é facilitada.

Cerca de 50% das mulheres entre 20 e 40 anos de idade, com vida sexual ativa, podem desenvolver a doença. Dessas, 30% são acometidas por quadros de infecção urinária de repetição.

Assim, embora qualquer pessoa possa desenvolver uma infecção do trato urinário, existem alguns fatores de risco que favorecem a manifestação desse problema. São eles:

  • ser do sexo feminino;
  • estar na menopausa;
  • realizar uma higiene íntima inadequada antes e após o ato sexual;
  • a presença de cálculos renais;
  • uso recente de sonda vesical;
  • histórico de procedimentos urológicos;
  • alterações na próstata.

Além disso, quando o sistema imunológico se encontra abalado ou enfraquecido é mais fácil para as bactérias se instalarem no trato urinário. Portanto, desequilíbrios da saúde de um modo geral não provocam, mas favorecem a infecção urinária.

Como é feito o diagnóstico da infecção urinária?

Os sintomas provocados pela infecção urinária podem favorecer bastante a emissão de um diagnóstico por parte do médico. No entanto, a confirmação do quadro é realizada por meio de alguns exames.

Um dos procedimentos que podem ser solicitados pelo especialista é o de urina comum, cujo resultado é rápido. Ele ajuda a identificar sinais de infecção no organismo. No caso da cultura de urina, é feita uma análise laboratorial para cultivar a bactéria, ajudando a identificar qual foi o micro-organismo que provocou o problema.

A urocultura é muito importante porque ajuda a nortear o tratamento que será realizado. Afinal, possibilita definir os melhores antibióticos para conter a sua proliferação do patógeno. E ainda, é possível solicitar exames de imagem, como a tomografia e a ultrassonografia, que permitem fazer uma análise completa do trato urinário, com o objetivo de detectar problemas ou anormalidades.

Por meio do relato dos sintomas e também do exame físico realizado pelo médico, ele poderá levantar a suspeita de um quadro de infecção na urina. Quando há dúvida ou existe a necessidade de identificar o micro-organismo, são solicitados exames para estabelecer um tratamento mais adequado.

RELACIONADOS:

O que é Diálise Peritoneal?
O que é Diálise Peritoneal?

A diálise peritoneal é um método de substituição renal, assim como a hemodiálise, e é utilizada em pacientes com doença renal crônica em estágio terminal.Como a diálise peritoneal é feita? Esse método é realizado por meio de um cateter flexível implantado na...

ler mais

Como as infecções urinárias são tratadas?

Como a maioria dos quadros de infecção urinária é provocada por bactérias, o tratamento principal para esse problema é a administração de medicamentos antibióticos. Como existem diversas fórmulas e princípios ativos, é necessário fazer o exame para identificar o micro-organismo e indicar a melhor substância, conforme explicamos. Em caso de alterações do trato urinário, presença de cálculos ou problemas na próstata é necessário, também, fazer o tratamento deles. Afinal, se for tratada somente a infecção sem dar atenção a essa causa primária a tendência é de que o problema volte a se manifestar.

O tratamento é personalizado para cada pessoa dependendo da gravidade da infecção e daquilo que está causando, assim como das características de cada pessoa (ser criança, homem ou mulher, idoso, ter problemas de saúde). Portanto, o tempo de duração da terapia também é variável.

O que acontece se a infecção urinária não for tratada?

Explicamos que a migração de bactérias do intestino para o trato urinário inferior é a principal causa das infecções na urina. Sendo assim, geralmente o padrão dessa doença é ter início na uretra, seguindo para a bexiga.

Se a infecção urinária não for contida, eles podem continuar subindo pelo trato urinário até atingir os rins. Quando isso acontece temos um quadro preocupante, uma vez que esses patógenos podem migrar para a corrente sanguínea.

É dessa forma que uma infecção urinária pode se transformar em uma infecção generalizada, ou seja, se espalhar para todo o organismo. Quadros como esse podem ser muito graves, podendo levar o paciente até mesmo a óbito.

Por isso, não se pode ignorar os primeiros sintomas da infecção urinária. Geralmente eles iniciam com um ligeiro desconforto na hora de urinar, ou então a sensação de que bexiga continua cheia mesmo depois de ter ido ao banheiro.

Ao perceber manifestações como essas, procure um médico nefrologista, para que ele possa investigar mais a fundo e identificar se o que está provocando os desconfortos é de fato uma infecção do trato urinário. Assim, o tratamento será feito de forma precoce com maiores chances de uma boa resposta do organismo.

SOBRE O(A) AUTOR(A)

Dra. Luciana Nardotto CRM SP 139169, possui experiência na área de Clínica Médica, Nefrologia e é membro da Chocair Nefrologia e Clínica Médica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz desde 2020.

Últimos Posts

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − doze =

× Agende sua consulta.