Home » O que significa nefrocalcinose encontrado em exames de imagem?

O que significa nefrocalcinose encontrado em exames de imagem?

Nefrologia ⋅ Atualizado em 05/05/2021
A imagem mostra um doutor vendo um raio-x.

A nefrocalcinose é um acúmulo de sais de cálcio nas estruturas renais. Pode ocorrer de forma associada à nefrolitíase e, quando já em um estágios mais avançados, pode ser identificada por meio de exames de imagem ( ultrassom e tomografia).

O cálcio é um mineral indispensável para o organismo humano, no entanto, algumas condições podem fazer com que ele se acumule em excesso nos órgãos e tecidos do nosso organismo. Entre os órgãos acometidos, os rins são um dos mais atingidos.

Frequentemente, a nefrocalcinose pode ser confundida com a nefrolitíase, mas existem diferenças entre esses dois quadros. Nós preparamos este artigo para trazer informações para você conhecer as características dessa doença. Continue lendo para conferir:

O que é nefrocalcinose?

Nefrocalcinose pode ser definida como a deposição de sais de cálcio no tecido renal causada por doenças específicas, podendo ser uma condição definitiva. Existem diferentes tipos de nefrocalcinose, sendo que ela é classificada em química, microscópica e macroscópica.

Na nefrocalcinose química há um aumento intracelular da quantidade de cálcio. Na nefrocalcinose microscópica as concentrações são muito pequenas e por isso só podem ser identificadas microscopicamente com a realização de uma biópsia renal.

A nefrocalcinose macroscópica é aquela em que é possível a visualização a olho nu do processo de calcificação, seja durante uma cirurgia ou autópsia; ou por meio de exames de imagem, quando os depósitos de cálcio já atingiram dimensões maiores.

Sendo assim, a nefrocalcinose encontrada em exames de imagem é justamente do tipo macroscópico, com grande acometimento do tecido renal. Esse quadro também pode receber diferentes classificações de acordo com a região do rim acometida, sendo nefrocalcinose cortical, nefrocalcinose medular e nefrocalcinose mista.

RELACIONADOS:

Angiomiolipoma, preciso me preocupar?
Angiomiolipoma, preciso me preocupar?

O angiomiolipoma é um tumor benigno que possui em sua composição células de gordura, daí seu nome (Grego LIPOS, “gordura”. Quando o médico radiologista percebe a presença de gordura em nódulos, isso o ajuda a fazer o diagnóstico de angiomiolipoma.Nem sempre é...

ler mais

Quais são as causas da nefrocalcinose?

Existem diferentes doenças ou condições que podem levar a manifestação da nefrocalcinose, afinal, como explicamos, ela é o resultado do acúmulo de cálcio no organismo. Cerca de 30 a 40% dos casos de nefrocalcinose medular são provocados pelo hiperparatireoidismo primário, doença decorrente do excesso de produção do hormônio PTH, produzido nas glândulas paratireoides. De toda forma, essa calcificação pode também ser decorrente de:

  • medicações diuréticas que aumentam a excreção de cálcio na urina;
  • suplementação excessiva de vitamina D;
  • acidez na urina;

Também pode estar relacionada a fatores genéticos como a síndrome de Bartter, ou mesmo ser secundária ao hipoparatireoidismo.

Como a nefrocalcinose é tratada?

Alguns pacientes quando recebem o diagnóstico podem ficar em dúvida se a nefrocalcinose é algum tipo de tumor, porém, consiste em uma doença não maligna, embora precise ser tratada e acompanhada por um nefrologista para não levar à insuficiência renal crônica.

Seu tratamento é feito por meio de terapias similares àquelas adotadas para tratar os cálculos nos rins. É indicado aumentar a ingestão de líquidos, fazer mudanças e adequações na dieta e evitar a formação de cristais de cálcio na urina com medicações específicas como os diuréticos tiazídicos e medicações para alcalinizar a urina, como o citrato de potássio. E nos casos de Hiperparatireoidismo, o tratamento cirúrgico se faz necessário.

Se houver uma calcificação muito significativa com a formação de grandes cálculos renais, pode ser necessário recorrer ao tratamento cirúrgico para evitar obstruções e infecções.

Como explicamos, a nefrocalcinose pode desencadear insuficiência renal, portanto, precisa ser devidamente tratada. A adoção de hábitos saudáveis, uma alimentação equilibrada, a ingestão de água e o acompanhamento com nefrologista são medidas importantes para prevenir esse tipo de doença.

SOBRE O(A) AUTOR(A)

Dr. Leonardo Victor Barbosa Pereira CRM SP 117560, possui título de especialista em nefrologia pela sociedade brasileira de nefrologia e é membro da Chocair Nefrologia e Clínica Médica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Últimos Posts

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =

× Agende sua consulta.