Logo | Chocair Médicos

Proteína na urina, bom ou ruim?

Atualizado em 27/07/2021
Tempo de leitura: 2 min.
A Imagem Mostra Dois Copinhos De Urina.
Proteína Na Urina, Bom Ou Ruim? 2

Uma das funções dos rins é filtrar o sangue para eliminar aquilo que o organismo não vai aproveitar, e reter o que é importante ao organismo. Por isso, algumas substâncias estão sempre presentes na urina, meio pelo qual os resíduos são eliminados do corpo. Ao mesmo tempo, existem alguns compostos que não deveriam ser encontrados nela.

E no caso da presença de proteína na urina? Será que isso é um bom sinal ou será que é o indicativo de algum problema? Para conferir a resposta dessa pergunta continue lendo este artigo.

Descubra o que significa a presença de proteína na urina e quais são os sinais de que isso está acontecendo. E se é necessário ou não se preocupar com isso e buscar ajuda médica.

O que significa a presença de proteína na urina?

Os rins fazem uma verdadeira limpeza em nosso sangue. É de responsabilidade deles separar toxinas, resíduos e substâncias que o organismo não vai aproveitar. Elas são parte da composição da urina que é excretada, eliminando assim tudo aquilo que o corpo não necessita.

Mas também cabe a eles reter nutrientes e substâncias benéficas que são aproveitadas pelos órgãos e tecidos. A proteína é um desses nutrientes que os rins deveriam reter pois são fundamentais para inúmeras funções no nosso organismo. Sua retenção acontece graças ao seu tamanho aumentado e as cargas elétricas que impedem sua excreção, portanto, não conseguem passar pelos filtros renais.

Sendo assim, a presença de proteína na urina, acima de uma determinada quantidade, não é um quadro considerado como normal, pois geralmente esse nutriente não é e nem deve ser eliminado por esse meio. Quando há um excesso de proteína na urina ocorre o quadro denominado proteinúria, geralmente apresentando-se na forma de espuma na urina.

Tipos de proteinúria e suas causas

O ideal é que os níveis de proteína na urina estejam em níveis baixos para serem considerados como saudáveis. Logo, o excesso dela de fato não é bom, pois indica que algo está errado. Mas as causas desse problema são diversas, por isso existem diferentes tipos de proteinúria. Veja.

Proteinúria transitória

Nesse caso há um aumento temporário da presença de proteína na urina, quadro que não é motivo de preocupação por ser passageiro. Geralmente é ocasionado por fatores como:

  • febre;
  • exposição ao frio intenso;
  • desidratação;
  • prática intensa de exercício físico.
  • Proteinúria persistente

Aqui a espuma na urina, decorrente do excesso de proteína, é causada por algumas doenças e situações que fazem com que isso aconteça de uma forma persistente. Alguns fatores que levam a esse tipo de proteinúria são:

  • uso prolongado de medicamentos;
  • doenças renais;
  • problemas cardíacos;
  • amiloidose;
  • inflamação dos glomérulos renais;
  • hipertensão;
  • diabetes;
  • malária;
  • artrite reumatoide;
  • lúpus.

Proteinúria ortostática

Esse quadro costuma ser observado normalmente em crianças e jovens magros e com estatura elevada. A concentração de proteína na urina acontece principalmente durante o dia, quando se está em pé, então, pela manhã a urina não deve conter mais proteínas.

Proteinúria na gravidez

Mulheres gestantes também podem apresentar um alto nível de proteína na urina, sendo um quadro relacionado a diferentes fatores, como:

  • aumento do trabalho dos rins;
  • infecção urinária;
  • estresse;
  • pré-eclâmpsia, em casos mais graves.

O que achou do conteúdo de hoje? Deixe seu comentário!

SOBRE O(A) AUTOR(A)
Dr. Victor Augusto Hamamoto Sato CRM SP 124682, possui título de especialista em nefrologia pela sociedade brasileira de nefrologia e é membro da Chocair Nefrologia e Clínica Médica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.
Saiba Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 27 / 09 / 21
Você sabe qual é a relação entre a suplementação proteica e as funções renais? Venha conferir!
Ler Mais
 | 22 / 09 / 21
Você sabia que a doação de um rim em vida não precisa ser realizada apenas por pessoas da mesma família? Veja quem pode ser um doador.
Ler Mais
1 2 3 20
Receba as novidades
Inscreva-se ao lado e fique sabendo de novos conteúdos e informações úteis.
Logotipo | Chocair Médicos
(11) 3287-1010

Direitos reservados Clínica Chocair 2021 – Desenvolvido por Surya MKT