Logo | Chocair Médicos

Traqueostomia é diferente de Intubação Orotraqueal, entenda!

Atualizado em 15/09/2021
Tempo de leitura: 2 min.

Neste vídeo, a Dra. Sara Mohrbacher CRM SP 146577, Nefrologista e Clínica Geral, explica sobre a diferença entre a Traqueostomia e a Intubação Orotraqueal. Confira!

Traqueostomia

Muito falada nessa época de pandemia da Covid-19, a Traqueostomia é utilizada quando o paciente entra em falência respiratória, ou seja, não consegue mais respirar sozinho, porque ele tem uma inflamação ou uma infecção grave no pulmão.

Quando isso acontece, temos que submetê-lo à intubação orotraqueal, que é a entrada de um tubo através da boca, que passa pela garganta e vai chegar até o pulmão.

Durante esse período em que o paciente está intubado, nós o mantemos sedado. Assim, ao vermos uma melhora, começamos a retirar lentamente os sedativos, e assim o paciente começa a acordar.

É um momento bem delicado, pois, alguns pacientes ficam muito tempo sedados, então eles acordam muito desconfortáveis, agitados, respirando de maneira inadequada e então temos que voltar com o sedativo.

Quando a Traqueostomia é indicada?

Quando vemos que a intubação está atrasando a recuperação e a retirada do aparelho do paciente, é indicada a traqueostomia.

Outra situação que ela também é indicada, é quando a recuperação do pulmão demora mais do que o esperado e o paciente têm que ficar muito tempo intubado.

Geralmente, são nesses momentos que começamos a conversar com os familiares para saber se podemos realizar a traqueostomia.

O que é a Traqueostomia?

A traqueostomia é um atalho onde, ao invés de o tubo ter que entrar pela boca, passar por toda a garganta, e chegar até o pulmão, conseguimos conectar o aparelho respirador de forma direta, evitando todo esse trajeto.

Com a traqueostomia a gente pode acordar o paciente de uma forma mais segura, pois, por ela ser mais confortável, os pacientes acordam melhor e também sem dor.

No caso do tubo, se ficar por muito tempo na garganta, ele pode machucar a traqueia, causando o que chamamos de traqueomalácia. Portanto, para evitar isso, indicamos a traqueostomia.

Se você tem mais dúvidas, acesse o site da Chocair Médicos. Se gostou desse assunto, deixe nos comentários e compartilhe o post!

SOBRE O(A) AUTOR(A)
Dra. Sara Mohrbacher CRM SP 146577, possui experiência na área de Clínica Médica, no manejo de pacientes que necessitam internação hospitalar, e nefrologia. Atuando principalmente nos seguintes temas: cuidados como um todo do paciente, interligando suas múltiplas patologias.
Saiba Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 13 / 10 / 21
Descubra se é mais vantajoso para o paciente com doença renal crônica continuar com as sessões de hemodiálise ou fazer o transplante de rim.
Ler Mais
 | 06 / 10 / 21
Você já precisou fazer um exame de creatinina? Entenda para que serve esse tipo de procedimento e qual é a importância dele.
Ler Mais
1 2 3 23
Receba as novidades
Inscreva-se ao lado e fique sabendo de novos conteúdos e informações úteis.
Logotipo | Chocair Médicos
(11) 3287-1010

Direitos reservados Clínica Chocair 2021 – Desenvolvido por Surya MKT