Logo | Chocair Médicos

O que é o Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona? Entenda!

Atualizado em 27/07/2021
Tempo de leitura: 4 min.
A Imagem Mostra Um Doutor Escrevendo Em Uma Caderneta.
O Que É O Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona? Entenda! 2

O sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona é responsável por manter a pressão arterial e a quantidade de líquido dentro dos vasos equilibrados em nosso organismo. Ele é ativado quando a pressão fica baixa demais ou quando há perda excessiva de líquidos, desencadeando uma série de reações orgânicas para que eles voltem a estabilizar.

O que é pressão arterial?

Todos os órgãos do nosso organismo precisam receber fluxo sanguíneo. Para isso, o músculo cardíaco precisa bombear na medida certa para garantir a circulação do sangue até as extremidades.

O sangue, para circular pelas veias e artérias, necessita de uma determinada pressão gerada pelo coração e que se transfere inicialmente para as artérias em maior intensidade e depois para as veias. Basicamente, é o que acontece quando usamos uma mangueira e abrimos mais ou menos a água. Quando a pressão é muito alta há uma sobrecarga no material da mangueira, mas se a pressão for pequena demais, a água não chegará até a ponta, ou ficará muito fraca.

Trazendo isso para o contexto do organismo, quando a pressão arterial fica muito alta significa que o sangue está “empurrando” as artérias. Quando a pressão fica baixa, ele não consegue chegar em quantidade adequada para todas as partes do corpo, prejudicando a nutrição e oxigenação das células e tecidos.

O que é o sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona?

O ideal é que a pressão sanguínea se mantenha estabilizada para garantir um fluxo equilibrado e contínuo de nutrientes e oxigênio para todo o corpo. Porém, em algumas situações pode acontecer de ela cair, e quando isso acontece, o organismo ativa o sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona.

A função dele é manter a pressão arterial equilibrada e garantir o balanço hídrico do organismo, ou seja, a quantidade de água e sódio que o organismo deve manter ou eliminar, lembrando que o sódio é o principal mineral envolvido no controle da pressão arterial.O sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona recebe esse nome por causa da interação entre esses três hormônios. Atuam de uma forma sequencial para que aconteçam reações orgânicas que vão equilibrar a pressão sanguínea e a quantidade de sódio e água do organismo.

Esse sistema é ativado pelo próprio organismo quando é identificado um quadro de hipotensão, ou seja, quando a pressão cai. Assim, ele atua para reverter essa tendência induzindo os vasos sanguíneos a reduzirem o seu diâmetro, ou seja, provocando uma vasoconstrição.

Ao mesmo tempo, esse sistema estimula a retenção do sódio que, como comentamos anteriormente, estimula a elevação da pressão arterial. E a retenção de sódio caminha junto com a retenção de água.

Os principais locais de ação do sistema Renina- Angiotensina e Aldosterona são os vasos sanguíneos e os rins.

Como esse sistema funciona?

Você viu que o sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona entra em ação quando existe uma tendência para queda da pressão arterial. Esses hormônios vão atuar em partes distintas do corpo desencadeando reações simultâneas para estabilização sistêmica da pressão.

Assim, acontecem diferentes etapas durante a ativação desse sistema. A seguir você confere quais são elas e o que ocorre em cada uma.

1ª etapa: Conversão da pró-renina em renina

Quando acontece uma queda da pressão arterial também ocorre uma redução da perfusão renal. Essa reação é captada pelos receptores que estão presentes nas arteríolas conectadas aos rins. Então, inicia-se a conversão da Pró-renina em Renina. É a estimulação dos nervos renais que aumenta a secreção da renina pelas células.

2ª etapa: Liberação de angiotensina I

Nessa etapa acontece uma segunda reação desencadeada pela renina. Quando presente no plasma sanguíneo, ela atua na conversão de Angiotensinogênio em Angiotensina I, que tem uma atividade biológica mais baixa.

3ª etapa: Conversão da angiotensina I em angiotensina II

Nesse momento entra em ação uma outra enzima, localizada predominantemente nos rins chamada de Conversora de Angiotensina (ECA). A ação dessa enzima de conversão acontece nos pulmões e nos rins, desencadeando uma reação catalisadora que converte a angiotensina I em Angiotensina II.

4ª etapa: Liberação da Aldosterona

Com a ativação da Angiotensina II, hormônio vasoconstritor ativado, ele vai atuar no córtex das glândulas suprarrenais fazendo com que a aldosterona seja sintetizada e secretada. Esse hormônio atua nas células dos rins incentivando o órgão a aumentar a reabsorção de sódio. Com isso, há um aumento da quantidade de líquido dentro dos vasos sanguíneos com objetivo de corrigir os níveis de pressão arterial.

5ª etapa: Estímulo renal direto

Voltando à ação da Angiotensina II, ela vai atuar estimulando a troca de sódio e hidrogênio nesse órgão. Ao mesmo tempo, vai aumentar a retenção renal de sódio e também de bicarbonato.

6ª etapa: Aumento da sede e ação antidiurética

Nessa etapa de ativação do sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona, a Angiotensina II vai atuar mais uma vez. Porém, aqui ela estimulará o hipotálamo a aumentar a sensação de sede, para que a pessoa seja incentivada a beber água. Ao mesmo tempo, ocorre o estímulo da secreção do Hormônio Antidiurético ( ADH) para que o organismo retenha mais água ingerida ou produzida pelo metabolismo.

7ª etapa: Vasoconstrição

Como explicamos, o sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona também vai provocar uma redução do diâmetro dos vasos sanguíneos pela ação da Angiotensina II. Ela vai atuar diretamente sobre as pequenas artérias e arteríolas fazendo com que se contraiam.

Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona e controle da hipertensão

O conhecimento a respeito de como funciona o sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona é fundamental para que seja possível realizar o controle da hipertensão arterial. Afinal, as reações que ele provoca fazem elevar a pressão sanguínea.

Assim, uma das formas de controlar esse problema é por meio do uso de medicamentos anti-hipertensivos. Esses medicamentos podem atuar inibindo a conversão de Angiotensina I em Angiotensina II ou inibir diretamente a ação da Angiotensina II por meio do bloqueio dos seus receptores nas células.

Ao inibir ação da enzima Conversora da Angiotensina ou bloquear a ação da Angiotensina II, evitamos que o organismo retenha líquidos e sódio em excesso e que os vasos sanguíneos fiquem mais dilatados e com menos pressão. Dessa forma, há um equilíbrio que vai evitar as complicações causadas pela hipertensão.

No entanto, todas essas intervenções precisam acontecer na medida certa, uma vez que a ativação excessiva do sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona pode causar a progressão de algumas complicações de saúde. Inclusive, oferece risco cardiovascular para o desenvolvimento de problemas como insuficiência cardíaca e hipertrofia do músculo cardíaco.

Gostou de aprender sobre o sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona? Ele é muito importante para garantir o equilíbrio do organismo, pois a pressão arterial influencia todos os órgãos. Para preservar sua saúde e evitar doenças cardiovasculares, adote um estilo de vida saudável com uma alimentação equilibrada em conjunto a uma prática de exercícios e ingerindo líquidos em quantidade adequada.

O que achou do post de hoje? Compartilhe e deixe seu comentário!

SOBRE O(A) AUTOR(A)
Dr. Leonardo Victor Barbosa Pereira CRM SP 117560, possui título de especialista em nefrologia pela sociedade brasileira de nefrologia e é membro da Chocair Nefrologia e Clínica Médica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.
Saiba Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 13 / 10 / 21
Descubra se é mais vantajoso para o paciente com doença renal crônica continuar com as sessões de hemodiálise ou fazer o transplante de rim.
Ler Mais
 | 06 / 10 / 21
Você já precisou fazer um exame de creatinina? Entenda para que serve esse tipo de procedimento e qual é a importância dele.
Ler Mais
1 2 3 23
Receba as novidades
Inscreva-se ao lado e fique sabendo de novos conteúdos e informações úteis.
Logotipo | Chocair Médicos
(11) 3287-1010

Direitos reservados Clínica Chocair 2021 – Desenvolvido por Surya MKT